Apresentação

XIII CONGRESSO INTERNACIONAL DA SEE

IGNORANTI QUEM PORTUM PETAT, NULLUS SUUS VENTUS EST

novos caminhos e desafios dos estudos icónico-textuais

Tendo em mente a sentença de Séneca – IGNORANTI QUEM PORTUM PETAT, NULLUS SUUS VENTUS EST [“Aquele que não sabe a que porto quer ir, não encontra nunca vento favorável”] (Séneca, Cartas, 71, 3) e a “emblemática” conexão com a personificação feminina do Ar, representada no painel central de azulejos da galeria superior do claustro da Sé do Porto (obra atribuída a António Vital Rifarto), a cidade do Porto acolhe o XIII Congresso Internacional da Sociedad Española de Emblemática.

Sob o auspício de que os “melhores ventos” conduzam a este porto seguro, convida-se a comunidade científica a apresentar propostas inovadores no âmbito da cultura verbo-visual e emblemática em particular, numa perspetiva alargada e multidisciplinar. No respaldo desta visão holística, pretende-se promover novas linhas de reflexão em torno dos estudos da imagem e dos emblemas extensivas à realidade portuguesa, propondo uma igualmente vasta série de linhas temáticas.

Sobre o evento

A atividade vertebral da Sociedad Española de Emblemática repousa nos seus congressos bienais que, desde o I Simposio Internacional de Emblemática (ocorrido em Teruel, em 1991), se realizam em cidades vinculadas de forma especial com os estudos universitários sobre Emblemática hispânica: La Coruña, Cáceres, Castellón, Palma de Mallorca, Pamplona, Madrid, Málaga, Santiago de Compostela ou Vitoria. O principal objetivo destes eventos, para além de servir para o encontro e inter-relação pessoal e académica dos sócios, é o de dar a conhecer, a partir de um leque especializado de linhas de investigação, projetos e iniciativas, individuais ou coletivas, que durante estas décadas se têm desenvolvido num amplo e complexo âmbito multidisciplinar das relações entre texto e imagem. As atas destes encontros têm trazido um sólido contributo para estes estudos no contexto científico internacional. Embora as participações relativas à cultura simbólica e emblemática portuguesas tenham estado sempre presentes nestas convocatórias – e não podemos esquecer que são já vários os seminários hispano-portugueses sobre cultura simbólica que se organizaram em ambos os lados da fronteira-, é com o XIII Congreso Internacional de la Sociedad Española de Emblemática que o encontro oficial da SEE tem lugar pela primeira vez em terras lusas, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Apresenta-se, neste sentido, como uma oportunidade excecional para estreitar laços entre os especialistas de ambos os países e fundamentar futuras linhas comuns de trabalho e investigação em torno da Emblemática e dos seus campos de estudo afins.

Organização do XIII Congresso

Comissão Científica

Alejandro Martínez Sobrino (Universidad del País Vasco)

Antonio Bernat Vistarini (Universitat de les Illes Balears)

César Chaparro Gómez (Universidad de Extremadura)

Fátima Díez Platas (Universidad de Santiago de Compostela)

Filipa Medeiros (Universidade de Coimbra, Centro Interuniversitário de Estudos Camonianos)

Hugo Barreira (Universidade do Porto – Faculdade de Letras /CITCEM)

José Augusto de Sotto Mayor Pizarro (Universidade do Porto – Faculdade de Letras)

José Javier Azanza López (Universidad de Navarra)

José Manuel López Vázquez (Universidad de Santiago de Compostela)

Juan Manuel Monterroso Montero (Universidad de Santiago de Compostela)

Luis Robledo Estaire (Real Conservatorio Superior de Música de Madrid)

Pedro Germano Leal (John Carter Brown Library)

Rafael García Mahíques (Universitat de València)

Rafael Zafra Molina (Universidad de Navarra)

Reyes Escalera Pérez (Universidad de Málaga)

Sagrario López Poza (Universidad de A Coruña)

Sergi Doménech Garcia (Universidad de Valencia)

Teresa Zapata Fernández de la Hoz (Centro de Estudios y Tasaciones de Arte-CETARTE, Madrid)

Vicent F. Zuriaga Senent (Universidad Católica de Valencia)

Zulmira C. Santos (Universidade do Porto – Faculdade de Letras /CITCEM)

Comissão Organizadora

Ana Cristina Sousa (Faculdade de Letras do Porto /CITCEM)

Carme Lopez Calderón (Universidade de Santiago de Compostela / IACOBUS)

José Julio García Arranz (Universidade da Extremadura / Patrimonio&ARTE)

Secretariado

Marisa Santos (FLUP /CITCEM)

Colaboradores

IACOBUS – Grupo de Investigação, Universidade de Santiago de Compostela
Patrimonio&ARTE – Grupo de Investigação, Universidade da Extremadura

Sobre o CITCEM

O Centro de Investigação Transdisciplinar “Cultura, Espaço e Memória” é uma Unidade I&D reconhecida e financiada pela FCT, vocacionada para a investigação no domínio das Humanidades, em especial nas áreas da História, Arqueologia, História da Arte, Estudos Culturais e Literários, Museologia, Demografia Histórica, Sociabilidades, mas alargando-se também a outras áreas das Ciências Sociais. Criado em 2007 através da fusão de diversas unidades de investigação anteriores, o CITCEM assumiu o desafio de se estruturar como uma plataforma de investigação transdisciplinar, com capacidade para promover a articulação com a formação avançada, a internacionalização da investigação e a difusão do conhecimento nas suas áreas temáticas.
www.citcem.org

Sobre a Sociedad Española de Emblemática

A Sociedad Española de Emblemática (SEE), fundada em 1995, tem como principal objetivo, de acordo com os seus Estatutos, fomentar o estudo da Emblemática e suas manifestações afins, origens e influência em outros enquadramentos culturais, em todos os períodos, países e línguas, embora deposite especial atenção na produção emblemática no contexto ibero-americano (Espanha, Portugal e América Latina).

No sentido de contribuir para o desenvolvimento dos ditos estudos, bem como facilitar e difundir a informação científica de interesse entre todos os seus membros, a SEE celebra um congresso bianual e edita uma revista científica (Imago. Revista de Emblemática y Cultura Visual) e um boletim informativo.
http://www.emblematica.es/